Central de Atendimento: (11) 3042-9177

Desemprego entre pessoas sem ensino médio cresce 20,6%

pessoas na fila do desempregoO desemprego entre pessoas sem ensino médio é maior do que entre os trabalhadores que terminaram os estudos. É o que aponta a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Portanto, se você está nesta situação, saiba como fazer um curso supletivo a distância e sair da fila do desemprego.

Só para você ter uma ideia, entre abril e junho de 2016, a taxa de desemprego entre as pessoas que não terminaram os estudos do ensino médio era de 20,6%, como mostra a pesquisa.

Sendo, portanto, o índice mais elevado do estudo quando se considera apenas o nível de escolaridade. No entanto, entre os trabalhadores com ensino médio completo, esse percentual foi de apenas 12,8%.

Veja mais detalhes na sequência.

Falta do ensino médio aumenta o desemprego

Se você está procurando uma chance no mercado de trabalho, sabe que a maioria das empresas pede ensino médio mesmo para cargos operacionais, que não exigem estudo.

Isso acontece porque as empresas precisam encontrar critérios para selecionar os candidatos. Dessa forma, quando elas abrem uma vaga aparecem centenas de interessados. Nesse sentido, se elas abrissem a oportunidade para todos, independentemente do grau de escolaridade, os recrutadores ficariam loucos com tantos currículos para selecionar.

Além disso, o ensino médio é exigido porque ele demonstra que a pessoa tem os conhecimentos básicos em português e matemática e pode entender melhor as instruções de um maquinário, por exemplo.

Sendo assim, por mais que você seja capaz, se não tiver o diploma do ensino médio, ficará difícil encontrar portas abertas. E sem emprego não conseguimos realizar nossos sonhos, não é mesmo?

Portanto, você deve se lembrar das filas quilométricas que se formam quando uma nova empresa vai abrir. Porém, enquanto você não concluir os seus estudos, há um risco de você continuar tentando e tentando, mas sem sucesso.

Estatísticas

Dessa maneira, é bom lembrar os dados da PNAD já citados no início deste artigo. Confira o crescimento do desemprego naquele período de acordo com o grau de instrução das pessoas sem emprego.

  • Sem ensino médio: de 13,8% para 20,6%;
  • Com ensino médio: de 9,9% para 12,8%;
  • Sem ensino fundamental: de 7,3% para 10%;
  • Com ensino fundamental: de 9% para 12,9%.

Para complementar, o levantamento mostra que as pessoas consideradas sem nenhuma instrução também enfrentaram os males do desemprego, com o aumento de 6,1% para 8,8%.

Supletivo EJA EAD do IBQP vai te ajudar neste cenário

Já se foi o tempo em que terminar o ensino médio era difícil. Isso porque hoje em dia há cursos pela internet com certificado reconhecido.

Estamos falando do curso supletivo ou EJA (Educação de Jovens e Adultos) na modalidade EAD (Ensino a Distância) disponibilizado pelo Instituto Brasileiro de Qualificação Profissional (IBQP).

Ele funciona da seguinte forma:

  • o aluno entra no site do IBQP;
  • confirma a matrícula após realizar o pagamento do curso;
  • recebe o acesso ao material didático;
  • realiza as provas exigidas (Português, Arte, Educação Física, Matemática, Biologia, Física, Química, História, Geografia, Filosofia, Sociologia e Inglês);
  • após aprovação, recebe o diploma do ensino médio.

Lembrando que você precisa ter, no mínimo, 18 anos e que tudo pode ser concluído em apenas 3 meses.

Concluindo, o seu trabalho não para por aí. Afinal de contas, com o diploma em mãos, você deverá caprichar no currículo e na busca ativa pelas vagas que o mercado de trabalho oferece para eliminar o desemprego entre jovens.

Gostou de saber dessas informações? Então, não deixe o tempo passar sem antes tirar o diploma do ensino médio. Entre no site e converse com o pessoal do atendimento do IBQP para tirar suas dúvidas. E boa sorte no seu futuro emprego!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *